terça-feira, 30 de agosto de 2011

TUDO SOBRE CINESIOTERAPIA E EXERCÍCIOS TERAPÊUTICOS

O termo cinesiologia é uma combinação de dois verbos gregos:
KINEIN = MOVER
LOGOS = ESTUDAR

CINESIOLOGIA (ciência dos movimentos do corpo).

CINESIOLOGISTAS - São aqueles que estudam o movimento, combinando a anatomia (ciência da estrutura do corpo); a fisiologia (ciência da função do corpo).

CONCEITO -Técnica de reabilitação, onde são usados os conhecimentos de anatomia, fisiologia e biomecânica para proporcionar ao paciente um melhor e mais eficaz trabalho de reabilitação.

O tratamento através do movimento engloba recursos e técnicas variadas, incluindo:
à   Mobilização global:
à   Exercícios passivos (realizado pelo fisioterapeuta no corpo do paciente (o qual não interfere no movimento));
à   Ativo-livre (o paciente realiza o movimento, sob o comando do fisioterapeuta de forma ativa);
à   Ativo-assistido (o paciente realiza o movimento sob o auxílio e comando do fisioterapeuta);
à   Alongamento muscular;
à   Exercícios respiratórios;
à   Exercícios para fortalecimento muscular;
à   Reeducação da postura, coordenação motora, equilíbrio, dentre outras.

O terapeuta atua na terapia auxiliando, assistindo, resistindo ativa ou passivamente o movimento, a fim de atingir um objetivo específico pré-determinado. Essa atuação passiva ou ativa depende do objetivo traçado do movimento, ou conscientização corporal solicitada.

OBJETIVO PRINCIPAL:
Com o trabalho cinesioterapêutico, têm-se como objetivo principal proporcionar um melhor reequilíbrio das forças mecânicas atuantes em nosso organismo como um todo, favorecendo uma melhor qualidade de movimento (ou de forças) levando a uma melhora da qualidade de vida.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
Ø  Manter e/ ou retardar a perda da força muscular
Ø  Manter ou aumentar os graus de movimento das articulações
Ø  Minimizar os encurtamentos musculares e suas conseqüências.
Ø  Alívio da dor durante o alongamento muscular.
Ø  Reeducação de músculos comprometidos.
Ø  Fortalecimento de músculos enfraquecidos.
Ø  Aquisição e vivências de diversas posturas.
Ø  Treino de marcha.
Ø  Melhora das condições respiratórias. 

EXERCÍCIOS TERAPÊUTICOS

CONCEITO 
Podem ser definidos como o uso apropriado dos movimentos do corpo com finalidade de tratamento. Implicam, portanto, numa sistematização científica desses movimentos, para uso terapêutico e num conhecimento profundo do sistema muscular e osteoarticular.

OBJETIVO
Um programa de exercício terapêutico tem como finalidade favorecer a aquisição de movimento e função livres de sintomas.

PRÉ-REQUISITOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DE UM PROGRAMA DE EXERCÍCIOS TERAPÊUTICOS:
  1. Conhecimento dos princípios básicos do tratamento.
  2. Estar apto a fazer uma avaliação funcional do paciente.
  3. Ter conhecimento de anatomia e cinesiologia (inter-relação)
  4. Conhecimento sobre o grau de debilidade, potencial de recuperação, complicações, precauções e contra-indicações.

METAS DO EXERCÍCIO TERAPÊUTICO
Após uma avaliação do paciente e identificação dos problemas, são desenvolvidas as metas de tratamento e o plano de assistência é estabelecido.
O aumento da força muscular, da resistência à fadiga, da amplitude de movimentos e rapidez dos mesmos, além da coordenação e habilidade, são objetivos a atingir com o tratamento.

SISTEMA OSTEOARTICULAR
O sistema esquelético desempenha muitas funções: alavanca, suporte, proteção, armazenamento e formação de células sanguíneas. Duas dessas funções, alavanca e suporte são importantes para o movimento humano.

Alavancas – o sistema esquelético provê as alavancas e eixos de rotação sobre os quais o sistema muscular gera os movimentos. Uma alavanca é uma máquina simples que aumenta a força ou velocidade de movimento. As alavancas são primariamente os ossos longos do corpo, e os eixos são as articulações nas quais os ossos se encontram. O modo como porções do esqueleto contribuem com o movimento é determinado pelo formato dos ossos, pelo arranjo estrutural dos ossos, e pelas características das articulações que os conectam.

SISTEMA MUSCULAR
Os músculos e a gravidade são os principais produtores do movimento humano. Os músculos são usados para manter uma posição, levantar ou abaixar uma parte do corpo, desacelerar um movimento rápido e para gerar grande velocidade no corpo ou em um objeto que está sendo jogado ao ar.  Os músculos são usados assimetricamente na maioria das atividades quando um lado do corpo utiliza um grupo específico de músculos o outro lado utiliza músculos diferentes ou opostos (agonistas e antagonistas).

AÇÕES MUSCULARES
Contração Isométrica – A tensão muscular é geralmente contra uma resistência para manter a posição. O comprimento do músculo permanece inalterado; não ocorre nenhum movimento (exerce apenas força), e a  tensão gerada no músculo não cria alteração na posição articular.

Contração Isotônica – O comprimento do músculo diminui ou aumenta; ocorre movimento; a tensão permanece inalterada.

Contração concêntrica -  Uma ação muscular concêntrica ocorre quando a tensão gerada  no músculo cria um encurtamento no músculo. O movimento do membro produzido em uma ação muscular concêntrica é denominado positivo, uma vez que as ações musculares são geralmente contra a gravidade ou são fonte iniciadora do movimento.

Contração excêntrica -  Uma ação muscular excêntrica é gerada por uma força externa quando ocorre alongamento do músculo.

TIPOS DE MOVIMENTOS EMPREGADOS NOS EXERCÍCIOS TERAPÊUTICOS

1- PASSIVO
É um movimento realizado dentro da amplitude máxima de movimento (ADM) livre para um segmento, que é produzido inteiramente por uma força externa; não há contração muscular voluntária.
São aqueles exercícios que são executados por força da intervenção de quem trata o paciente, já que o mesmo não pode, por si mesmo, realizá-los.
A principal finalidade do exercício passivo consiste em evitar as contraturas e a formação de aderências.

2- ATIVO
Movimento dentro da ADM livre para um segmento, que é produzido por uma contração ativa dos músculos que cruzam aquela articulação. São ativos, quando o paciente executa um movimento completo sem ajuda com o aumento da força muscular, podem-se usar resistências, para, conforme o caso, aumentar mais rapidamente a força ou a capacidade de resistir à fadiga.

 

3- ASSISTIDOS

Um tipo de ADM ativa, na qual a assistência é feita por uma força externa, manual ou mecânica, porque os músculos que iniciaram o movimento precisam de assistência para completá-lo. São ativos-assistidos, quando o paciente pode realizá-los, mas somente com ajuda de quem o assiste, de dispositivos mecânicos, ou na água, pois não tem força suficiente para executá-los de outra forma.


4- RESISTIDOS
É uma forma de exercício ativo na qual uma contração muscular mecânica ou estática é resistida por uma força externa. A força externa pode ser aplicada manualmente ou mecanicamente. Tem como propósito melhorar a função física, como: aumentar a força; aumentar a resistência muscular à fadiga; aumentar a potência.

TIPOS DE EXERCÍCIOS TERAPÊUTICOS

REEDUCAÇÃO MUSCULAR – Exercícios para ajudar um músculo ou grupo de músculos a “reaprender” sua função normal. É  utilizado principalmente em casos de fraturas e/ou perda da coordenação após desuso, paralisia ou intervenções cirúrgicas.

EXERCÍCIOS DE RESISTÊNCIA À PRESSÃO -  Exercício para aumentar a resistência, realizados manualmente ou com aparelhos a fim de aumentar a força de um músculo, grupo de músculos ou estruturas de sustentação ao redor de uma articulação.

RESISTÊNCIA – Exercícios de baixa resistência e repetitivos, para aumentar a resistência muscular.

COORDENAÇÃO -  Exercícios destinados a melhorar a precisão dos movimentos musculares, isto é, a utilização do músculo adequado no momento apropriado e com a quantidade exata de força necessária.

RELAXAMENTO -  Exercícios para proporcionar alívio, em contrações musculares prolongadas; ensina-se o paciente a perceber as tensões musculares e controlá-las e inibi-las.

POSTURAL -  Exercícios destinados a manter uma relação adequada entre as diversas partes do corpo.

CONDICIONAMENTO -  exercícios destinados a manter e/ou aumentar a força de alguns músculos ou de toda a musculatura do corpo.

ESTIRAMENTO/ALONGAMENTO – Exercícios para restabelecer a amplitude normal dos movimentos utilizando-se métodos ativos e/ou passivos quando da perda de elasticidade dos tecidos moles resultou em limitação das articulações.

RESPIRATÓRIO – Práticas e exercícios respiratórios utilizados para corrigir e reduzir deficiências respiratórias e para melhorar a estabilidade postural do tronco.

PLIOMÉTRICO (REATIVO) – Na prática, o exercício pliométrico é definido como um movimento rápido e vigoroso, ativando o ciclo alongar-encurtar para aumentar a potência muscular, ou seja, a passagem do trabalho muscular excêntrico para o concêntrico. O objetivo principal do treinamento pliométrico é elevar a excitabilidade do sistema nervoso para melhorar a capacidade reativa do sistema neuromuscular.

CADEIA CINÉTICA ABERTA:
· segmento proximal está fixo e o distal se movimenta em relação a ele.
 O ponto de aplicação da força do músculo se dá na inserção do segmento distal.

CADEIA CINÉTICA FECHADA:
· segmento proximal se movimenta e o segmento distal está fixo.
· O ponto de aplicação da força do músculo se dá na inserção no segmento proximal.
Melhora a força, a potência, a resistência a fadiga muscular e melhora a estabilidade, equilíbrio, coordenação e agilidade.
Pode-se usar resistência mecânica, manual ou simplesmente o peso do corpo.

26 comentários:

  1. qual a funçao do fisioterapeuta na exercicio passivo de bad ragaz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O profissional fisioterapeuta durante os exercícios passivo do método Bad Ragaz irá orientar o seu paciente sobre a forma correta de realizar os movimentos, além de estabilizar os segmentos corporais que não irão realizar o padrão de movimento, com o objetivo de diminuir ou até mesmo excluir qualquer compensação do corpo, evitando dessa forma a realização de um movimento não funcional ou inadequado.

      Excluir
  2. Henrique de Almeida Veras25 de maio de 2013 17:16

    Já ia responder a pergunta do anônimo, mas você, Renata, já o fez corretamente. É isso mesmo, o fisioterapeuta é também o responsável pelos comandos verbais que irão direcionar o método.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos o comentário e sim, comando verbal é de extrema importância para execução de um movimento sem compensações.

      Excluir
    2. BOA TARDE DRA.VANESSA,TENHO QUE REALIZAR UM TRABALHO SOBRE CINESIO ATIVA LOVRE,ATIVA ASSISTIDA,ATIVA RESISTIDA E PASSIVA.A DUVIDA E:POSSO USAR O METODO DE MAKENZIE COMO QUAL DELAS?E OS EXERCICIOS ISOMETRICOS TAMBEM POSSO USA-LOS?OBRIGADO!

      Excluir
    3. Me perdoe,digitei seu nome errado.corrigindo:DRA.WANESSA!

      Excluir
    4. Oi, tudo bem? Vamos lá.

      Acredito que você esteja falando do método McKenzie.

      O método McKenzie, consiste num movimento ativo livre, que consta de exercícios individualizados prescritos pelo fisioterapeuta, onde o paciente pode realizar em qualquer momento do seu dia.

      Os exercícios isométricos são estáticos, é uma força estática no qual o musculo se contrai e produz força sem uma mudança apreciável no comprimento e sem movimento articular visível. Uma das suas funções é prevenir ou minimizar atrofia muscular quando o movimento articular não é permitido.

      Espero ter ajudado, abraço.



      Excluir
    5. bom dia ! estou fazendo um trabalho de cinesioterapia passiva,assistida,ativa livre,ressistida e hidrocinesioterapia. gostaria se for possível imagens dos exercícios sendo executado.

      Excluir
    6. Boa noite estaremos em breve publicando materiais novos no blog, e tentaremos publicar mais imagens e ebooks para download. Grata pela visita!

      Excluir
  3. Parabéns,muito bom essas informações, estou fazendo Fisioterapia e me ajudou muito essa matéria.
    Obrigada.
    Cida Costa Xavier estudante da Faculdade Redentor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O nosso objetivo é facilitar o entendimento, proporcionando um aprendizado de forma prazerosa e com maior facilidade. Obrigada.

      Excluir
  4. Fisioterapia Ativa e passiva seria o mesmo que fisioterapia receptiva e especiava??
    obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe o erro de português o correto seria expressiva

      Excluir
  5. Acredito que você esteja se referindo a características da linguagem.

    A Linguagem Receptiva, composta pelo feedback auditivo e visual, é responsável pela capacidade de compreender a palavra falada. Existe uma relação intrínseca e recíproca entre a recepção e expressão. É preciso compreender antes que a palavra possa ser usada com significado na comunicação. Da mesma forma, em termos de sistema verbal visual, a leitura antecede a escrita.

    A Linguagem Expressiva é a capacidade de se expressar, verbalmente ou não, após adquirir a capacidade de compreensão de conceitos e de adquirir unidades significativas de experiências proporcionando-a a capacidade de se comunicar com outras pessoas. A expressão pressupõe a recepção. Contudo, a recepção pode estar intacta sendo deficiente apenas a expressão.

    (Lima e Almeida, 2008)

    ResponderExcluir
  6. Olá queria saber se no exercício Ativo ele é feito pelo paciente atendendo a nossa comando verbal e nesse tipo de exercício é usa peso ex:caneleiras e no exercicio passivo é feito pelo fisioterapeuta no paciente e nao se usa peso??

    ResponderExcluir
  7. Exercício Passivo é feito pelo fisioterapeuta no paciente quando o mesmo não consegue executar, prevenindo assim contraturas e a formação de aderências, ou seja, é o exercício que não há contração muscular voluntária.

    Exercício Ativo é o movimento livre de um segmento, produzido por uma contração ativa e voluntária. O paciente executa o exercício sozinho, porém, sob a supervisão do fisioterapeuta e se preciso com comandos verbais.

    Exercício Resistido é quando ocorre uma contração voluntária estática ou dinâmica, e essa é resistida por uma força externa manual ou mecânica.

    Resistência Manual é quando realizada pela fisioterapeuta.

    Resistência Mecânica quando ocorre uso de maquinas e aparelho.



    ResponderExcluir
  8. Bom dia Dr. Wanessa estou com um caso clinico para resolver e gostaria da sua opinão , a paciente passou 9 meses com um braço imobilizado por conta de fratura de diáfise de úmero e por conta de uma má redução causando uma pseudoartrose, outra redução foi feita e dessa vez colocaram uma placa metálica , depois da imobilização a paciente está com a musculatura do seu membro superior esquerdo toda atrofiada, diminuição considerada da força muscular e muita perca de amplitude de movimento sem falar nas contraturas. que exercicio e que tecnicas usar para diminuir essas complicações ? agradeço desde já a sua resposta

    ResponderExcluir
  9. Boa noite Fisioterapia Santa Maria.

    Todo e qualquer tratamento tem que ser baseado na anamnese e HDA do paciente, nosso intuito aqui não é prescrever tratamento fisioterapêutico, e sim proporcional mais fácil o aprendizado.

    Você não mencionou o fato do paciente ter dor, mas eu creio que sim. Nesse caso em questão eu indicaria:

    Ultra-som (US) terapêutico de 1 Mhz, forma contínua, para aumento da extensibilidade muscular, e alívio da dor. Usado durante 4 minutos com freqüências de 0,5 W/cm2 sobre as regiões dolorosas.

    Ultra- som pulsado para melhora das aderências e eliminação da contratura muscular. Realizado durante 4 minutos com freqüência de 0,5 W/cm2, sobre as regiões dolorosas.

    Liberação de fáscia, dessensibilização, massagens com utilização de creme;

    Alongamento da musculatura, cada movimento mantido durante 30 min;

    Crioterapia durante 20 minutos;

    Posteriormente: fortalecimento dos extensoras e flexoras do punho;

    Orientações e conscientizações gerais.

    Nada descrito aqui, substitui a necessidade de acompanhamento por profissionais especializados.

    O acompanhamento a longo prazo e qualquer tratamento deve ser orientado por um profissional especializado que organizará e coordenará.

    A informação inicial visa completar as informações que você já sabe.



    ResponderExcluir
  10. Estou no 2ºano de Fisioterapia,e não consigo entender a matéria de biomecanica>Tem um jeito especial para essa compreensão?Grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, para se compreender qualquer que seja o assunto ou matéria não existe nenhum método específico, tipo "receita de bolo". O que se deve fazer é pesquisar e tirar todas as dúvidas possíveis com seu professor. Como dica de estudo, leitura e pesquisa deixo-lhe o livro Biomecânica Básica de Susan Hall (Guanabara Koogan).

      Excluir
  11. Eu sofri um acidente de carro. Por conta disso perdi os movimentos do meu lado esquerdo do corpo, da cabeça até os dedos dos pés. Pois já recuperei uma boa parte dos movimentos, mas o movimento de abrir e fechar a mão, está difícil.
    Quero saber, quais exercícios terapêuticos devo praticas no meu dia-a-dia para melhorar??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá uma olhada nesse vídeo, vai ajudar bastante. http://www.youtube.com/watch?v=YcGfidjiEPA

      Excluir
  12. Boa tarde, recordo que quando paguei a disciplina Prótese e Órtese, aprendi que o uso correto de muletas deve ser feito do lado contra lateral ao membro lesado. Pra dar maior estabilidade. Mas, recentemente minha tia passou a usar muletas no lado esquerdo, porém, notei que o membro que ela está com dificuldade é o esquerdo também. Eu disse que tinha aprendido da forma contrária ao que ela estava fazendo, mas ela disse que foi indicada a fazer daquela forma. Existe alguma exceção com relação ao uso que eu não aprendi ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está correto, deve ser posicionada do lado oposto à perna lesionada, o que vai reduzir em até 20% a descarga de peso na perna e também pode ser usada para melhorar a estabilidade.

      Excluir
  13. Irei dar uma olhadinha Obriga.
    Mas não irei conseguir fazer a metade dos exercícios, pois a tendencia da minha mão é ficar fechada, tenho que fazer exercícios para conseguir abri-lá. Isso que está dificultoso no momento, é abrir minha mão..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você precisa alongar a musculatura que está encurtada,com ajuda da sua mão contralateral a da lesão, você faz a abertura dos dedos e levanta o punho e conta 30 seg, depois faz com o punho flexionado para baixo. 3 x de 30 seg. Quando estiver vendo tv, ou qualquer atividade em repouso pode colocar um rolinho feito com faixa na mão, para mantê-la um pouco aberta, também pode colocar numa bacia arroz (cru) com bolas de gude e ficar colocando a mão dentro e tentando abrir e pegar o arroz e bola e ir apertando na mão.

      Mas o ideal é que você procure um fisioterapeuta próximo a você, que poderá atuar da melhor maneira possível para recurar a função da sua mão.

      Excluir